domingo, 5 de outubro de 2008

Nos dias da República... ainda existem Príncipes Encantados??

Buenas!!
Ontem comemorámos a saída da nossa Andreia da empresa... tudo porque ela foi seguir a sua vocação de dar aulas! Desejo do fundo do coração que tudo lhe corra bem. Ela é, sem dúvida, a pessoa que eu gostaria de ter como professora dos meus filhos...
Ora tal facto relembrou-me os meus tempos de infância, onde nos pátios da escola se sonhavam com Príncipes e Princesas (ainda não tínhamos muita - ou nenhuma mesmo! - consciência dos escândalos da família Real inglesa - que em breve vou visitar!), e em que tudo era cor-de rosa, azul bebé e outras foleirices do género.
Passados uns belos aninhos, Príncipe é animal em via de extinção e nunca vi nenhuma associação para preservação de tal espécie. Será que eles realmente se foram como os mamutes, serão como o Abominável Homem das Neves ou pura e simplesmente são fruto da nossa imaginação imaginação de criança?! Já não há homens de jeito, aquele fabuloso misto de cavaleiro sem medo e extremamente charmoso?!
Ok, até nem sou mt exigente, qualquer Shrek ficaria bem em mim... Não, não quero ninguém verde e a tirar cera dos ouvidos, mas a ideia do Prince Charming está realmente fora de moda?!
Onde páram os encantadores cavalheiros que nos abrem as portas e nos deixam passar primeiro, que pagam jantares à luz das velas, que nos trazem uma flor para alegrar o nosso dia, que se sacrificam em ir à chuva meter o Euromilhões?! Hein?!?! Ninguém exige um "Eu amo-te" diário, mas... vá lá... um "Gosto de ti, porra!" Quinzenal dava jeito (percebem agora porque é que eu adoro o Shrek?!).
Será que os ditos príncipes caíram há 98 anos atrás com a Monarquia e desapareceram de vez?! Ou será que estão escondidos com medo dos Republicanos?!
E eu não sou romântica... fará se fosse!!!
Beijos da Fiona...Não muito verde, mas completamente lagarta!!

2 comentários:

Joana disse...

Mas quem é que te disse que existem principes encantados? Quem? Se existissem, era uma seca!! Se não existissem peixinhos dourados na nossa vida, era tudo uma monotonia LOL!! Bjos, JC.

Bruno Martins disse...

Eu não sou um?
fogo, esforço-me tanto e não sou reconhecido? a vida é mm injusta!

BM